O Coritiba enfrentou o vice-líder do Brasileiro na noite deste sábado (3) no Couto Pereira com o desafio de ganhar para seguir longe do perigo da ZR. Não foi feliz na missão. Até criou boas chances de gol, mas erros da defesa determinaram a derrota por 3 a 0 para o Atlético-MG. O técnico Ney Franco apostou em Marcos Aurélio na frente, mas a opção não surtiu efeito. O jogador perdeu várias chances de gol. Na defesa, o alviverde também mostrou inconsistência, personificada em Leandro Silva, que acabou fazendo um gol contra aos 41 minutos do primeiro tempo, em uma dividida de bola com Thiago Ribeiro.

No segundo tempo, mesmo colocando Thiago Galhardo, que entrou bem, o Coritiba não conseguiu desenvolver seu jogo. O Galo soube envolver os donos da casa e chegou ao segundo gol aos 20 minutos do segundo tempo com Giovani Augusto. Para finalizar, um pênalti inesistente, aos 40 minutos do segundo tempo, cobrado por Lucas Pratto, decretou o placar.

Agora o Alviverde depende de uma combinação de resultados neste domingo (4) para não voltar para a ZR.