Deu Galo em Curitiba. No confronto entre os Atléticos pelo campeonato brasileiro, ontem, no Estádio Joaquim Américo, a equipe mineira venceu por 2 a 1.

O rubro-negro perdeu a segunda partida na competição, e agora precisa de uma vitória na próxima, para acalmar os ânimos da torcida. O Atlético-MG se mantém na ponta da tabela de classificação, agora com sete pontos.

O Galo mineiro tentava avançar pelas laterais, com Cicinho e Marquinhos, e buscando jogo. O Furacão não arriscava e forçava os contra-ataques. Mas os erros nos passes dos dois times atrapalharam na armação das jogadas no ataque. Dagoberto teve a primeira chance da partida. O atacante invadiu a área, recebeu um toque de Kléberson, mas chutou na rede pelo lado de fora. Depois da jogada, o rubro-negro acordou.

Arriscando um chute de fora da área, Adriano levou novamente perigo para Velloso. O goleiro mineiro fez importante defesa aos 22 minutos, espalmando o cabeceio de Ilan.

O Galo só chegou aos 29 minutos, com Alexandre chutando da intermediária. O rubro-negro respondeu em seguida com Kléberson. O meia recebeu de Ilan e na hora da definição foi barrado por Velloso. E aos 35 minutos, outra oportunidade para o Furacão.

Fabrício cobrou falta, mas o goleiro conseguiu mandar para escanteio. Diego salvou o Atlético no final da primeira etapa. Alessandro, dentro da área chutou forte, para a defesa do goleiro.

Marquinhos, arrematando de fora da área, criou a primeira chance de gol do segundo tempo. O lateral mineiro chutou forte, mas Diego salvou mais uma. Lúcio Flávio teve outra oportunidade, mas chutou para fora. Do lado do Furacão, Adriano tentou de longe, mas não levou problema para o goleiro.

O time mineiro teve a chance de abrir o placar aos 20 minutos. Rogério Correia derrubou Alessandro na área e a penalidade foi marcada. Guilherme foi para a cobrança e mandou por cima do travessão.

Mas a segunda oportunidade, aos 24 minutos, o Galo não perdeu. Guilherme avançou pela esquerda, tocou para Alexandre, que dominou a bola e arrematou, sem chance de defesa para Diego.

Com o gol mineiro, o rubro-negro foi em busca do empate. Aos 28 minutos, depois de um cruzamento de Ivan, Ilan dominou a bola dentro da área e colocou na rede. Com o empate, o jogo esquentou.

Velloso evitou o segundo gol do Furacão. O goleiro espalmou um chute de Alessandro, que estava de frente para o gol. E mais pressão rubro-negra aos 38. Logo após a cobrança de escanteio, Leomar desviou a bola, que carimbou a trave, assustando Velloso.

Mas a equipe mineira não se rendeu. Tanto que o segundo gol saiu aos 40 minutos. Alessandro recebeu a bola fora da área, passou por quatro jogadores do rubro-negro e mandou no canto, fechando o placar.

Campeonato Brasileiro
Atlético 1×2 Atlético-MG

Atlético: Diego; Alessandro, Ígor, Rogério Correia e Ivan; Leomar, Kléberson, Fabrício (Rodrigo) e Adriano; Ilan (Fernandinho) e Dagoberto. Técnico: Osvaldo Alvarez

Atlético-MG: Velloso; Cicinho, André Luís, Scheidt e Marquinhos; Ferrugem, Genalvo, Alexandre e Lúcio Flávio (Paulinho); Alessandro (Nem) e Guilherme. Técnico: Celso Roth

Súmula
Local
: Joaquim Américo
Arbitragem: Leonardo Gaciba da Silva (RS), auxiliado por Altemir Hausmann e José Javel Silveira (RS).
Cartões amarelos: André Luís e Scheidt (CAM); Ilan (CAP)
Gols: Alexandre (aos 24? e aos 40? do 2º), Ilan (aos 28? do 2º).

– Também ontem à tarde, em Santos, o Santos reabilitou-se da derrota para o Paysandu, derrotando o Figueirense por 2 a 0 (gols de Elano e Ricardo Oliveira).

– Em Porto Alegre, o Internacional passou pelo Bahia, também vencendo por 2 a 0. Os gols dos gaúchos foram marcados por Wilson e Nilmar.