Após um longo período de preparação e uma expectativa otimista para a estréia no paranaense 2003, o que sobrou mesmo para o Grêmio Maringá foi uma péssima imagem deixada na largada do estadual deste ano. Ontem, mesmo jogando no Estádio Willie Davis, o Galo não passou de um empate em 1 a 1 com o Paranavaí, diante de um público total de 1.876 torcedores.

Mesmo jogando mal, o Grêmio ainda conseguiu abrir o placar através do atacante Gerson Lentes, de cabeça, aos 16 minutos da etapa inicial. O empate do Paranavaí veio somente na segunda etapa. Aos 9 minutos, após um escanteio cobrado por Aléssio, o ex-atacante do Galo, Neizinho, deixou tudo igual.

Beltrão

A grande surpresa na estréia do paranaense 2003 sem dúvida foi a equipe do Francisco Beltrão. Jogando em casa, no Estádio Anilado, ontem à tarde, o Beltrão aplicou uma goleada de 5 a 1 sobre o Cascavel e já ocupa a segunda colocação no estadual. Pouco público compareceu devido ao mau tempo na cidade.

Quem abriu o placar para o time da casa foi o volante Rogério, aos 12 minutos da primeira etapa. Ainda na etapa inicial, Santos aumentou para 2 a 0. Já no segundo tempo, Fernando, cobrando pênalti, diminuiu para o Cascavel. Mas aí o volante Naya, do Beltrão, resolveu entrar em ação e marcou logo dois, aumentando a vantagem para 4 a 1. E, faltando apenas cinco minutos para o final do jogo, Leandro Guerreiro marcou o quinto do Beltrão e definiu o placar.

Empate

Portuguesa Londrinense e Londrina fizeram o primeiro clássico do paranaense 2003. Numa partida repleta de gols, Tubarão e Lusinha ficaram num empate em 3 a 3, ontem à tarde, no Estádio Vitorino Gonçalves Dias (CGD), em Londrina. A partida teve um público total de 1.162 torcedores para uma renda de R$ 5.160,00. Os gols da Portuguesa foram marcados por Daniel, ainda na primeira etapa, Carlos Eduardo e Marco Antônio, ambos no segundo tempo. Já pelo Londrina marcaram Valdeir, aos 26 do primeiro tempo, Marcio Alan e Rocha, aos 29 e 36 minutos – respectivamente – da etapa final.