Amir El Zaman (F. Stinghen),
do Beleza, apresentado por Alcione
Menegolo, conseguiu fácil vitória.
Foto: Ciciro Back.

O Grande Prêmio São Paulo, corrido na tarde de domingo, marcou bonita vitória de Gene de Campeão, que atropelando forte na reta de chegada, depois de dominar o paranaense Gorylla, que foi corrido com precipitação, defendeu-se do ataque de Desejado, que se apresentou com grande ação junto à cerca interna. Gorylla chegou perto na terceira colocação, mesmo tendo seguido Xareu Dourado, que desempenhava papel de faixa de Be Happy, que terminou na quarta colocação, com Toca Forte completando o marcador.

Gene de Campeão, um filho de Khatango e Zarzamora (Our Captain Willie), é de criação e propriedade do Haras Bandeirantes, de Toni Lara, que foi apresentado em boa forma por Amazílio Magalhães Filho e bem dirigido por A.Mesquita. O tempo da prova foi de 2?25?456 para os 2.400 metros, em pista de grama leve.

Autoridade Máxima

A prova da milha, GP Presidente da República, foi vencida com facilidade por Autoridade Máxima, do turfe carioca, que se destacou de seus adversários nos 300 finais, assinalando novo recorde para os 1.600 metros, com 1?32″633, deixando Super Atleta na segunda colocação, enquanto Pronasteron, Cynic e Play Violin, pela ordem, completaram o marcador. Autoridade Máxima, um filho de Notation e Blue Savanah, de criação do Haras Simpatia, defendeu as cores do Stud São Francisco da Serra, sendo dirigido por A.Gulart e apresentado em boa forma por J.C.Campos.

Néleo

O GP Antenor de Lara Campos, corrido na tarde de domingo, marcou a vitória de Néleo, um paranaense que foi preparado no Tarumã por Pedro Nickel Filho. O defensor do Stud Gold Black, que recebeu a direção de Mário Fontoura, firmou-se na ponta na entrada da reta e seguiu até o final, assinalando novo recorde para os 1.500 metros (grama), com 1?26″497, superando a marca de Flying Angel (1998). Néleo é um filho de Bright Again e Engelhart, de criação do Haras Santa Maria de Araras, mas na realidade foi criado do Haras Xará.

Filó

A prova reservada para éguas, na distância de 2.000 metros (grama) marcou a vitória de Filó, uma paranaense filha de Blush Rambler e Noberan (Last Light), de criação do Haras São Luiz, que defendeu as cores do Stud Alexander. Apresentada por N.Lima, recebeu a direção de J.Aparecido. Derrotou Love in Brazil, com Ossanha, Aviación e Essa Campeã nas posições imediatas. Filó assinalou para os 2.000 metros 1?59″308. A nota lamentável desta prova foi a queda de quatro jóqueis, com mais gravidade para J.Aparecido (Alegre Lady), enquanto A.Domingos (Zambamia), N.Souza (Private Party) e R.Penachio (Annister), com ferimentos sem gravidade, não participaram das demais provas da sabatina.

Hyrat

Hyrat, dirigida por R.L.Santos, representou com sucesso o turfe carioca, no GP Associação Brasileira de Criadores e Proprietários do Cavalo de Corrida, dominando a favorita From Tokyo nos metros finais. A defensora de Arnaldo Vacite, apresentada por Roberto Morgado Júnior, assinalou 54?811, marcando novo recorde da prova. Super Desejada, por fora, chegou terceiro, muito perto das duas primeiras, com King?s Love e Badalhoca completando o marcador.