A gerente de eventos da Confederação Brasileira de Voleibol esteve recentemente em Curitiba para realizar a vistoria no Ginásio do Tarumã que está em reformas há quase dois anos. Mariana D’Aragona visitou a capital paranaense pare verificar “in loco” as condições do ginásio e da cidade receber dois jogos da seleção brasileira masculina contra a seleção da Polônia em setembro. O Ginásio foi vistoriado por uma comitiva da Paraná Esporte,da FPV e da CBV. A opção dos jogos em Curitiba foi do patrocinador da Seleção, Banco do Brasil, e servem como preparação para o Mundial da Itália que acontece no final de setembro e início de outubro.

Na avaliação inicial da representante da CBV, o Ginásio do Tarumã tem uma estrutura surpreendente, mas precisa estar pronto: “Da forma que está não há condições de realizarmos jogos aqui, mas o compromisso que o governo do Estado assumiu por meio da entidade que organiza o esporte paranaense é de que as melhorias sejam realizadas com prioridade.”

O diretor-presidente da Paraná Esporte, Marco Aurélio Saldanha Rocha confirmou a intenção do governo do Estado de inaugurar o Tarumã com os jogos da seleção brasileira: “Tínhamos a intenção de entregar o ginásio para eventos esportivos já em abril, quando a reforma deve ser finalizada. Mas agora com a possibilidade do Brasil jogar aqui, vamos envidar esforços para coroar essa obra com um jogo tão importante.”

Já o presidente da FPV, Neuri Barbieri anunciou uma notícia melhor ainda. Maior concentração de imigrantes poloneses no Brasil, o Paraná pode receber mais dois jogos da seleção brasileira contra os poloneses: “Maringá está reformando o Ginásio Chico Netto e temos a informação que mesmo com os jogos em Curitiba, a seleção também iria disputar dois jogos na Cidade Canção. Tudo isso depende da CBV, da agenda da Polônia e das condições das obras em Maringá. Aqui em Curitiba o ginásio tem as condições e tem grande chance de receber os jogos” finalizou Neuri.