São Paulo – Depois de conquistar a medalha de prata no solo no Mundial de Ginástica Artística, realizado na semana passada em Aarhus, na Dinamarca, Diego Hypólito está de olho na finalíssima da Copa do Mundo que será realizada em dezembro, em São Paulo. Da seleção brasileira, quatro ginastas já têm vaga garantida: Diego, Daiane dos Santos, Laís Souza e Daniele Hypólito.

Diego foi o único brasileiro a subir no pódio na Dinamarca, mas destacou o número de finais individuais alcançadas pela equipe brasileira, como Laís que se classificou para três finais (solo, salto e individual geral), Daiane (solo), Daniele (individual geral) e Diego (solo e salto), sem contar o resultado por equipes, quando o masculino fez a final e terminou na 18.ª posição, e no feminino em sétimo, ambos resultados inéditos para o país.

Com a evolução da equipe, Diego acredita na vaga individual e por equipes no masculino para os Jogos Olímpicos de Pequim. O resultado da Dinamarca garantiu aos garotos uma vaga no Pré-Olímpico do ano que vem, na Alemanha.

Entre as garotas, Laís Souza foi o destaque do Brasil, mas frustrou a sua expectativa de subir ao pódio na decisão do individual geral, na qual estava classificada em quinto lugar, mas desistiu da final, porque sentiu fortes dores no pé esquerdo, devido a queda na trave sofrida no dia anterior à decisão.