A seleção brasileira feminina de ginástica obteve neste sábado a oitava colocação na fase classificatória do Mundial de Roterdã, na Holanda, e não deverá alcançar a final, que reunirá somente as oito melhores equipes da competição. Daniele Hypólito e Jade Barbosa foram os destaques do Brasil.

Com 217,130 pontos, as brasileiras deverão ser superadas por seleções tradicionais, como a dos Estados Unidos, no domingo, no segundo dia da fase eliminatória. Neste sábado, as russas lideraram a classificação, com 234,521 pontos, seguidas das chinesas, com 233,778, e das romenas – 228,495.

Com as pontuações de sábado e domingo, o Brasil deverá ficar de fora da final pela primeira vez nas últimas quatro edições do Mundial em que houve a prova por equipes. O resultado, porém, não frustra a seleção, que busca terminar o Mundial entre as 24 melhores equipes e garantir a vaga no Mundial de 2011. A competição do próximo ano definirá a classificação para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

“Fiquei especialmente feliz com o resultado no individual geral. As meninas fizeram uma ótima apresentação, o que nos permitiu conquistar um bom resultado no dia de hoje. Foi ótimo terminamos em oitavo depois da rotação da Rússia. Porque o nosso maior objetivo é ficar entre as 24 melhores seleções e classificar o Brasil no Mundial Pré-Olímpico”, avaliou Daniele Hypólito.

A atleta foi a melhor brasileira nas apresentações deste sábado. Ela somou 55,132 pontos e ficou na 13.ª posição no individual geral – somente 24 ginastas avançam à final. Seu melhor desempenho aconteceu no solo, com 14,100 pontos. “Gostei mais da minha apresentação no solo. Foi uma série limpa e muito bonita”, comentou.

Jade Barbosa obteve a 16.ª colocação no individual geral, com 54,766 pontos. A ginasta se destacou na prova de salto, com 14,900 pontos, a terceira maior nota no aparelho. Dessa forma, Jade tem boas chances de garantir vaga nas finais, que reunirão somente as oito melhores atletas de cada aparelho.

A decisão do individual geral será disputada na sexta-feira. No dia seguinte, as ginastas farão a final do salto e das paralelas. E, no domingo (24), serão definidas as provas do solo e da trave. A seleção brasileira masculina estreará no Mundial de Roterdã na terça-feira.