Petraglia: vamos assinar com a Globo.

Globo e Clube dos 13 terminaram a noite de ontem comemorando o sucesso nas renegociações dos novos valores do campeonato brasileiro de 2003. De acordo com o diretor-executivo da Globo Esportes, Marcelo Campos Pinto, o novo compromisso deve ser assinado até quarta-feira. “Diria que as negociações estão fechadas e falta somente assegurarmos um valor mínimo para as transmissões em pay-per-view e a diminuição de partidas exibidas pela TV em 2004 e 2005”, disse o diretor da Globo Esportes. “Estamos 99% acertados. Mas, como acredito na palavra deles está tudo fechado.”

O novo contrato só não foi assinado ontem porque o Clube dos 13 decidiu durante a assembléia realizada à tarde, na sede do Flamengo, na Gávea, exigir mais R$ 5 milhões, além da oferta apresentada pela Rede Globo. O dinheiro será destinado aos times que não fazem parte da Série A, mas participarão da disputa.

Depois da reformulação, os novos valores do contrato, por causa da mudança na fórmula de disputa do Brasileiro (pontos corridos em turno e returno durante oito meses), são: R$ 140 milhões pelos direitos da TV aberta; R$ 25 milhões da Sport TV; R$ 40 milhões do pay-per-view; e R$ 20 milhões em placas publicitárias, totalizando R$ 225 milhões. A Globo ainda irá fazer uma campanha publicitária no valor de R$ 10 milhões para a promover a venda da disputa. “Está tudo certo. Falta apenas assinar o contrato”, garantiu o presidente do Vasco, Eurico Miranda. “O interesse do SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) foi decisivo, porque nos deu um poder de barganha junto à Globo.” Já o presidente do Atlético-PR revelou que está tudo perto do acerto. “É uma decisão complicada, mas entendo que vamos assinar com a Globo”.

Em uma última tentativa, o SBT se reuniu na manhã de ontem com alguns dirigentes do Clube dos 13 e aumentou o valor de sua proposta para R$ 250 milhões. Mas pesou o fato de a Globo já possuir um contrato assinado e adiantado R$ 77 milhões aos clubes no ano passado, pesaram a favor da emissora carioca.