Disposto a entrar no G-4, o Goiás venceu neste domingo o Atlético-PR por 3 a 0, no Serra Dourada, em Goiânia, pela 30.ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o time goiano subiu para o quinto lugar, com 46 pontos, a quatro de entrar na zona de classificação para a Copa Libertadores. Já a equipe do Paraná, que vinha de uma sequência de quatro jogos sem derrotas, está em terceiro, com 51.

No próximo domingo, o Goiás enfrenta o Náutico, às 16h30 na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE), região metropolitana de Recife. O Atlético-PR pega o Bahia, às 16h, na Fonte Nova, em Salvador.

O JOGO – No primeiro tempo, comandado pelo meia Hugo e o atacante Walter, o Goiás ocupou espaços, manteve o domínio, prevaleceu na marcação e marcou dois gols em oito minutos.

Aos 18 minutos Hugo lançou, Walter dominou e rolou para Roni, que mandou para o fundo das redes. Aos 26 minutos, o mesmo Hugo lançou para Dudu Cearense que ampliou para 2 a 0.

Se no primeiro tempo o Atlético perdeu velocidade pelo calor excessivo e pelas ausências de Paulo Baier e do artilheiro Ederson (no banco), na etapa final o time paranaense não demonstrou poder de recuperação.

Pior, deixou espaço para o meio-campo alviverde e por sorte escapou de um placar humilhante. Aos 22 minutos, Walter driblou o goleiro Santos, deixou de chutar com o pé direito para bater de letra e mandou pra fora.

No final do jogo, o atacante fez seu décimo segundo gol na competição, fechou o placar em 3 a 0 aos 48 minutos, mas não comemorou. Talvez porque, apesar da vitória convincente, o time goiano deve ser punido com mando de campo após as brigas, bombas e lazer verde na guerra de torcida nas arquibancadas.

FICHA TÉCNICA:

GOIÁS 3 X 0 ATLÉTICO-PR

GOIÁS – Renan; Vitor, Ernando, Rodrigo (Valmir Lucas) e William Matheus; Thiago Mendes, Dudu Cearense, Eduardo Sasha, Hugo (Ramon) e Roni; Walter. Técnico – Enderson Moreira.

ATLÉTICO-PR – Weverton (Santos); Léo, Manoel, Luiz Alberto e Maranhão; Bruno Silva, João Paulo, Everton e Marco Antonio (Felipe); Marcelo (Douglas Coutinho) e Roger. Técnico – Vagner Mancini.

GOLS – Roni, aos 18, e Dudu Cearense, aos 26 minutos do primeiro tempo; Walter, aos 48 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Péricles Bassols Pegado Cortez (Fifa-RJ).

CARTÕES AMARELOS – Dudu Cearense (Goiás); Marcelo, Everton, Roger e Léo(Atlético-PR).

RENDA – R$ 203.510,00

PÚBLICO – 13.713 pagantes.

LOCAL – Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).