A alegria finalmente voltou ao vestiário do Paraná. A vitória de 5 a 3 sobre o Toledo tirou das costas do elenco tricolor e do técnico Paulo Comelli um peso que estava se tornando quase insuportável.

Agora, o time promete usar a goleada como ponto de partida para uma arrancada rumo às primeiras posições. “Vamos esquecer todas aquelas derrotas. É gostoso demais ganhar”, comemora Peterson, autor de três gols ontem.

Para Murilo, o Tricolor terá uma nova atitude no Estadual. “Mostramos o verdadeiro espírito de equipe. O time teve raça, determinação e não desistiu de atacar até o último minuto. Vencemos e convencemos”, diz o lateral.

Comelli também gostou da postura do Paraná e já confirmou a manutenção do esquema 3-5-2. “O Peterson entrou marcando gols, mostrou qualidade e vai continuar no time, assim como o Bruninho. Com três zagueiros, a equipe fica mais segura defensivamente”, avalia.

Porém, o técnico reconhece que o Tricolor ainda tem que melhorar se quiser brigar pelo título estadual. “Não estou satisfeito com esse resultado. Tem que evoluir. Contra um time com um jogador a menos, tivemos muitos erros defensivos. Ainda precisamos de um zagueiro pelo lado direito”, pede.

O lateral Fabinho concorda com o treinador. “Não podemos achar que está bom. Tem muita coisa pela frente no Paranaense e agora temos que pensar na Copa do Brasil”, avisa.

Na próxima quarta-feira, o Tricolor encara o Mixto-MT, na Vila Capanema. Após vencer por 2 a 1 em Cuiabá, o Paraná precisa apenas de um empate para passar à segunda fase. A única mudança no time que jogou em Toledo deve ser o retorno do volante Agenor.