A Fifa anunciou nesta terça-feira a suspensão preventiva da goleira colombiana Yineth Varon, flagrada em exame antidoping realizado no último sábado, um dia antes do início da Copa do Mundo feminina de futebol. Com isso, a jogadora está fora do restante do Mundial, que está sendo disputado na Alemanha.

A entidade não informou qual a substância encontrada no corpo de Varon, mas afirmou que a jogadora poderá requisitar uma contraprova. “Esta suspensão se estende a todas as partidas nacionais ou internacionais, inclusive os amistosos”, diz o comunicado oficial da Fifa.

A seleção colombiana está no Grupo C da competição, ao lado de Suécia, Estados Unidos e Coreia do Norte. E perdeu na estreia diante das suecas, por 1 a 0, nesta terça-feira mesmo, quando atuou com Sandra Sepulveda como goleira titular.

Casos como este são raridade em competições organizadas pela Fifa. Na Copa do Mundo masculina, por exemplo, a última vez que um jogador foi flagrado em um exame antidoping foi em 1994, nos Estados Unidos, quando o meia argentino Maradona foi suspenso pelo uso de efedrina.