Mais casos de doping vêm à tona no esporte, ambos na Itália. Agora foi a vez do goleiro do Crotone, Angelo Pagotto, e do armador do Virtus Lottomatica Roma, David Hawkins acusaram positivo para cocaína e maconha, respectivamente.

O caso do arqueiro italiano é mais grave. Esta foi a segunda vez que Pagotto é pego no antidoping por uso da mesma droga (após a partida contra o Spezia, no dia 28 de abril), e por conta disso deve ser banido do esporte pelo Comitê Olímpico Italiano.

Pagotto, de 33 anos, já havia cumprido uma pena de 18 meses de afastamento por utilizar cocaína enquanto jogava no Perugia, em 2000. goleiro pediu clemência às autoridades esportivas locais, mas a Federação Italiana de Futebol já afastou o jogador assim que seu exame deu positivo para a droga.

Já o armador norte-americano pode pegar seis meses de gancho por uso de maconha. O exame do jogador foi realizado após jogo válido pelo Campeonato Italiano de basquete contra o Montepaschi Siena, no dia 5 de junho. O jogador já está suspenso previamente pela Federação Italiana de Basquete.