Depois de perder quatro jogadores lesionados para a disputa da Copa do Mundo, incluindo o astro Falcao García, a seleção colombiana vive mais um drama. O goleiro reserva Faryd Mondragón sentiu dores na perna direita durante o treino desta terça-feira, em Cotia, nos arredores de São Paulo, aparentemente por conta de uma sobrecarga muscular.

Mondragón saiu do campo com a ajuda do médico chefe da delegação colombiana, Carlos Ulloa. Além dele, estão no grupo David Ospina, que será o goleiro titular, e Camilo Vargas, como segundo reserva.

Goleiro do Deportivo Cali, Mondragón completa 43 anos no dia 21 de junho e é o único jogador da equipe atual a ter participado de uma Copa do Mundo, em 1994. Além disso, pode se tornar o mais velho a ter disputado a competição. Para superar o camaronês Roger Milla, que atuou também em 1994 com 42 anos e 39 dias, basta que entre em campo no Brasil.

Até agora, a seleção colombiana já perdeu por lesão o defensor Luis Amaranto Perea, os meias Aldo Ramírez e Edwin Valencia e a grande estrela do time, o atacante Falcao Garcia. A equipe faz o jogo de estreia do Grupo C no próximo sábado, contra a Grécia, no Mineirão.