O Governo do Estado poderá repassar para a Prefeitura de Curitiba até R$ 80 milhões para obras necessárias à realização da Copa do Mundo de 2014. Os recursos, a fundo perdido, virão do Tesouro Estadual e com eles será realizada a adequação da área do entorno da Arena da Baixada (Estádio Joaquim Américo), além de melhorias em vias públicas. Os detalhes do convênio foram delineados na manhã desta sexta-feira (21), durante encontro na prefeitura.

Na quinta-feira (20), o governador Orlando Pessuti e o prefeito Luciano Ducci já haviam se encontrado para definir acordo. “Em função da reunião anterior, o governador e o prefeito determinaram que definíssemos hoje (21) os detalhes. O Governo do Estado repassará os recursos para a prefeitura executar as obras”, explicou o gestor de cidade-sede para a Copa 2014 e secretário de Relações Políticas e Institucionais de Curitiba, Luiz de Carvalho.

O representante da prefeitura destacou que o acordo não envolve a conclusão da Arena da Baixada, mas que proposta para investimentos no local está próxima. “Dentro dos próximos dias temos a intenção de finalizá-la”, disse Luiz, que descartou a possibilidade de utilizar dinheiro público na obra. No período da tarde, o Comitê Executivo reuniu-se com diretores do Clube Atlético Paranaense. Durante o encontro foram debatidos aspectos relativos à conclusão do Estádio Joaquim Américo. “A reunião permitiu um grande avanço, porém ainda não definimos totalmente a melhor solução para a conclusão das obras, que devem ser nos moldes da Fifa”, avaliou o secretário do Comitê Executivo para a Copa 2014, Wilson Portes, que na ocasião representou o governador.

Recursos

O governo estadual já obteve, em abril, R$ 229,5 milhões para obras de infraestrutura na Região Metropolitana de Curitiba, aplicados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade Urbana. Os recursos são usados em obras viárias, no Corredor Metropolitano e nas vias de comunicação dos corredores Aeroporto-Rodoviária e Marechal Floriano.

No Corredor Metropolitano, que ligará Colombo, Pinhais, São José dos Pinhais, Araucária e Fazenda Rio Grande, estão previstas duas vias expressas para veículos; implantação de viadutos, pontes e trincheiras; sistema de monitoramento; sinalização e iluminação pública.

Reuniões

Além de Luiz de Carvalho, participaram da primeira parte do encontro o procurador-geral do Estado, Marco Berberi, o secretário do Comitê Executivo para a Copa 2014, Wilson Portes, o secretário estadual da Comunicação Social, Ricardo Cansian Neto, o procurador-geral do município, Eraldo Kuster, a subprocuradora do município, Claudine Camargo Bettes, o secretário municipal da Comunicação Social, Marcelo Simas Cattani, e a assessora técnica para assuntos da Copa do Mundo e engenheira do Ippuc, Susana Lins Affonso da Costa.

Na segunda etapa de discussões, participaram o presidente do Conselho Deliberativo do Clube Atlético Paranaense, Gláucio Geara; o presidente Clube, Marcos Malucelli; o diretor de Obras do Atlético, Ênio Fornea; o secretário do Comitê Executivo para a Copa 2014, Wilson Portes; e o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci.