Brasília – Depois de uma reunião no Palácio do Planalto, o prefeito do Rio de Janeiro, César Maia (PFL), e o ministro dos Esportes, Agnelo Queiroz, anunciaram ontem que haverá recursos suficientes para a construção de um complexo esportivo, em Jacarepaguá, para os Jogos Pan-Americanos de 2007. Com o acordo, Maia se convenceu de que o Pan não está "mais ameaçado".

O ministro da Fazenda, Antônio Palocci, participou da reunião e garantiu a Agnelo e a César Maia que o governo federal dará cobertura financeira para a obra. Ao sair do encontro, Agnelo disse que a prefeitura do Rio poderá construir o complexo tranqüilamente. Segundo César Maia, já foi feita licitação. "Eu espero que em uma semana o canteiro de obras seja armado", afirmou o prefeito. A construção deve ser concluída em 1 ano e 3 meses, segundo César Maia.

"Eu saio daqui despreocupado", disse Maia. "O que foi decidido é que vai se estudar um mecanismo para dar cobertura financeira com a participação do governo estadual, da Prefeitura e, quem sabe, do governo federal", declarou o prefeito. De acordo com ele, a obra está orçada em R$ 320 milhões.