Chegou a hora da decisão. A segunda fase do Paranaense 2008 terminou ontem e apenas quatro equipes seguem na briga pelo título. Coritiba x Paraná e Toledo x Atlético são os confrontos que apontarão os dois finalistas do estadual.

A previsão de um Atletiba nas semifinais não se confirmou. Como não passou de um empate em 0 a 0 com o Iraty, o Furacão deixou o primeiro lugar do Grupo A e a tarefa de enfrentar o Coxa para o Tricolor, que eliminou o Engenheiro Beltrão com uma vitória de 3 a 2.

O adversário do Rubro-Negro será o Toledo. Mesmo perdendo para o Coritiba por 2 a 0, o Porco ficou com a liderança do Grupo B e decidirá em casa a vaga na final. Mas a melhor campanha ao longo de toda a competição dá ao time da Baixada a classificação com um empate na soma dos resultados.

No clássico, quem tem a vantagem é o Coxa. Mas a vaga será decidida dentro da Vila Capanema. A data e o horário dos jogos serão definidos na tarde de hoje, após uma reunião da Federação Paranaense de Futebol com a Polícia Militar.

Já os critérios para distribuição das vagas na Série C ainda não foram definidos pela FPF: uma é do Toledo, mas a outra está entre Iraty (melhor campanha geral entre os times fora das Séries A e B) e Engenheiro Beltrão (melhor pontuação na 2.ª fase).

O final de semana também teve homenagens a Evangelino da Costa Neves, que faleceu no último sábado. Principalmente no Couto Pereira, onde a torcida coxa-branca não cansou de gritar o nome de seu ?eterno? presidente.


Netinho. (Foto: Walter Alves)


Carlinhos Paraíba. (Foto: Ciciro Back)


Jumar. (Foto: Fábio Alexandre)


Júnior. (Foto: Ciciro Back)

Clima tranqüilo nas ruas

Clewerson Bregenski

O temor que pairava sobre a realização de jogos de Atlético, Coritiba e Paraná Clube, praticamente em horários simultâneos, não se materializou. De acordo com a Polícia Militar, após o término das partidas, não foram registradas ocorrências de arruaças e agressões entre torcedores. Apenas discussões e provocações. Mas atos de vandalismo ocorreram. Um coletivo foi depredado e teve seus vidros quebrados nas imediações do estádio do Tricolor, divisa dos bairros Rebouças e centro.

Antes da realização dos eventos, a PM demonstrava grande receio. Na quinta-feira passada, anunciou uma parceria com a Guarda Municipal para a realização de patrulhamento preventivo e ostensivo no dia dos jogos. A adoção de tais procedimentos, como o posicionamento de policiais em pontos estratégicos e terminais de ônibus, surtiu o efeito desejado, pois as quatro partidas levaram aos estádios da capital aproximadamente 30 mil pessoas.