O jovem meia Dakson rompeu o tendão do músculo adutor da coxa direita e deve desfalcar o Vasco por oito semanas, ou seja, só voltaria na reta final do Campeonato Brasileiro. O resultado do exame realizado no jogador foi divulgado nesta segunda-feira pelo médico do clube, Claudio de Luca.

Dakson sentiu a coxa no primeiro tempo da vitória sobre o Internacional, na semana passada. “Infelizmente, ele sofreu um estiramento quase completo, rompeu 95% do músculo do tendão adutor longo, que é um dos quatro adutores da perna. Calculamos seis semanas para cicatrizar e mais duas de fisioterapia. Apesar de ele ser jovem, está praticamente fora do Brasileiro. É uma pena”, disse o médico.

O atacante Edmílson, que deixou o clássico contra o Flamengo no intervalo, no último domingo, com dores na coxa, está vetado para o também clássico desta quarta contra o Fluminense, em Florianópolis. Nesta segunda, após ser examinado pelos médicos do Vasco, o jogador continuava se queixando de dores.

JUNINHO PERNAMBUCANO – O procurador do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Paulo Schmitt, disse que deve denunciar o meia Juninho Pernambucano pelo gesto obsceno feito contra a torcida no clássico contra o Flamengo e também pela entrada violenta em Paulinho. Se pegar pena máxima, o jogador pode desfalcar o Vasco por 12 rodadas.