Em julgamento nesta sexta-feira no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o Grêmio conseguiu evitar que fosse punido com a perda de mando de campo, por causa dos incidentes ocorridos em seu estádio durante o jogo contra o Fluminense, no dia 28 de julho, pelo Brasileirão. Como pena, o clube gaúcho recebeu uma multa de R$ 20 mil.

Naquele jogo do dia 28 de julho, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, que terminou com vitória gremista por 2 a 0, torcedores entraram em confronto com a polícia. Por causa disso, o clube foi denunciado pelo procurador do STJD, Paulo Schmitt. Assim, poderia pegar até 10 partidas com perda do mando de campo no julgamento desta sexta-feira.

Mas, mesmo condenado, o clube gaúcho escapou da dura punição, recebendo apenas a multa de R$ 20 mil. “O Grêmio ficou extremamente satisfeito com o resultado, mas iremos recorrer buscando a absolvição”, avisou o advogado gremista Gabriel Vieira, que foi ao julgamento no STJD, no Rio, junto com o colega Márcio Bittencourt, para fazer a defesa.