Em uma espécie de ensaio de luxo para a decisão por uma vaga na semifinal da Copa do Brasil, daqui a exatamente uma semana também em Porto Alegre, o Grêmio se deu melhor nesta quarta-feira e derrotou o Corinthians por 1 a 0, na Arena Grêmio, pela 29.ª rodada do Campeonato Brasileiro, se manteve firme na luta pelo título e deixou o rival paulista em uma situação desconfortável na competição. A vitória veio com o gol do argentino Barcos, que não marcava há 9 partidas, no início do segundo tempo.

Com 52 pontos, o Grêmio ocupa a segunda colocação e mantém a distância de 10 pontos para o líder Cruzeiro. Se não conseguir o título, está muito perto da vaga na Copa Libertadores de 2014 via Brasileirão. Objetivo que o Corinthians nem pensa mais neste torneio – apenas na Copa do Brasil.

A preocupação corintiana passa a ser agora o risco do rebaixamento, fato impensado há tempos. Com 37 pontos, o time ocupa agora a 13.ª colocação e está apenas cinco à frente do Criciúma, o primeiro dentro da zona da degola. Mas esta diferença pode cair para três caso o Vasco derrote o Goiás nesta quinta, no Rio de Janeiro.

No final de semana, no último compromisso de cada equipe antes da “decisão” pela Copa do Brasil, o Grêmio terá o clássico contra o Internacional, neste domingo, às 16 horas, no estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS). Já o Corinthians jogará um confronto direto contra o Criciúma, neste sábado, às 21 horas, no estádio Novelli Júnior, em Itu (SP).

Comprovando mais uma vez a péssima fase de seu ataque – o segundo pior do Brasileirão, com 22 gols -, o Corinthians novamente não saiu do zero no placar. No primeiro tempo, marcado por muita briga pela bola e pouca produção ofensiva, o time paulista criou duas boas chances, aos 16 e aos 38 minutos, mas ambas foram desperdiçadas pelo meia Diego Macedo.

Na primeira etapa, o Grêmio só conseguiu um chute a gol, com Lucas Coelho, e somente aos 40 minutos. O técnico Renato Gaúcho, insatisfeito com isso, resolveu colocar Maxi Rodríguez no lugar do zagueiro Bressan na volta do intervalo e o resultado surtiu efeito imediato. Aos 4 minutos, o meia lançou Barcos na grande área. O argentino matou no peito e teve tempo para girar o corpo e chutar rasteiro e cruzado no canto esquerdo de Cássio, que nem pulou na tentativa da defesa.

Em desvantagem, o Corinthians foi obrigado a atacar e como a fase é ruim, nada de gol. As melhores oportunidades aconteceram com Emerson. Na primeira, aos 16 minutos, o atacante avançou pela direita e, ao invés de cruzar para Douglas no meio, chutou rasteiro e Dida defendeu com o pé. Na segunda, já aos 46, o cabeceio do corintiano foi no canto direito e o goleiro gremista fez ótima defesa. Antes, aos 24, Cássio salvou em um chute à queima-roupa de Barcos, mas nada de evitar outra derrota.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 x 0 CORINTHIANS

GRÊMIO – Dida; Werley, Rhodolfo e Bressan (Maxi Rodríguez); Pará, Adriano, Ramiro, Souza e Alex Telles; Lucas Coelho (Paulinho) e Barcos (Saimon). Técnico: Renato Gaúcho.

CORINTHIANS – Cássio; Edenilson, Cleber, Gil e Igor (Jocinei); Ralf, Guilherme (Ibson), Douglas e Diego Macedo (Rodriguinho); Romarinho e Emerson. Técnico: Tite.

GOL – Barcos, aos 4 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO – Adriano (Grêmio).

ÁRBITRO – Sandro Meira Ricci (Fifa/PE).

RENDA – R$ 454.454,00.

PÚBLICO – 15.352 pagantes (17.318 no total).

LOCAL – Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).