Apesar de o treinador Waldemar Lemos não ter solicitado contratações, a diretoria afirma buscá-las, principalmente se os “reforços caseiros” não surtirem o efeito desejado. As preferências são por meia e atacante. Para o ataque, os nomes de Jonas e Alex Mineiro voltaram a ser cogitados. No início deste ano, o Atlético tentou trazê-los, mas sem sucesso.

O Paraná Online apurou, no entanto, que o Furacão terá mais uma chance para ver Jonas com a camisa rubro-negra. O atacante foi oferecido juntamente com outros atletas a serem negociados pelo clube gaúcho. O Atlético ainda não se posicionou, porque estuda maneiras de negociar com o Grêmio, que quer compensações pelo atacante.

Jonas seria uma ótima aquisição, principalmente pelo que jogou na Portuguesa. O Rubro-Negro tem que agir rápido, já que há outros clubes de olho nesse jogador. Sport e Goiás estariam na briga.

Bronca

O Atlético entrou com uma representação na Fifa contra o Celta de Vigo, da Espanha, pelo não pagamento de duas parcelas do empréstimo do atacante Dinei. O presidente Marcos Malucelli já havia cogitado essa possibilidade quando do término do contrato do atleta, em 30 de junho.

Dinei está de volta ao Furacão, onde faz tratamento de lesão, no Cecap. Mas a intenção do atacante e do clube paranaense é negociá-lo novamente com o futebol europeu.

Portanto ele não deve integrar o elenco atual. A mesma situação é vivida por Pedro Oldoni. Desde que foi devolvido pelo Valladollid, da Espanha, o jogador está treinando em separado no CT do Caju.