O Grêmio espera repetir contra o Corinthians, nesta quarta-feira, no Pacaembu, a fórmula que o levou a vencer o clássico com o Internacional, no último domingo, no Olímpico. O técnico Celso Roth chegou a brincar, afirmando que gostaria de colocar um chip na cabeça dos jogadores gremistas para que mantenham a mesma pegada, atitude e concentração mostradas no Gre-Nal. Assim, o time gaúcho poderá conseguir um bom resultado diante do líder do Brasileirão.

Bom resultado para o Grêmio, jogando como visitante diante do líder do campeonato, não significa necessariamente vitória. Um empate mantém o clube gaúcho fora da zona de rebaixamento do Brasileirão, em condições começar a subir na tabela nas próximas rodadas, quando pega adversários em situação semelhante.

Uma derrota para o Corinthians, no entanto, seria desastrosa, porque obrigaria o Grêmio a torcer por tropeços do Atlético-PR, diante do Atlético-MG, também nesta quarta-feira, e do Bahia, contra o América-MG, na quinta, para não ficar entre os quatro piores do campeonato. Antes de a rodada começar, o time gaúcho é 15º colocado, com 21 pontos.

Como parece ter definido o esquema com dois volantes, três meias e um atacante, Celso Roth tem pouca margem para fazer mistério em torno da escalação gremista. Mesmo assim, deixou para definir quem entra no lugar do lateral-direito Mário Fernandes, suspenso, só na hora do jogo. O novato Spessatto pode ter sua grande chance de jogar no time principal. Outra opção é improvisar o volante Adilson, mais experiente, na posição.