Em jogo tenso, no qual prevaleceu a valentia de seus jogadores, o Grêmio derrotou o Botafogo por 1 a 0 neste sábado à noite, no Maracanã, e se manteve com mais folga na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, agora com 48 pontos, oito atrás do Cruzeiro. O time gaúcho atuou com um atleta a menos por mais de 60 minutos.

O Botafogo estacionou nos 43, em terceiro, e vê cada vez mais ameaçada sua classificação para a Libertadores. O time carioca não vence há seis partidas. Ao término da partida, o técnico do Botafogo, Oswaldo de Oliveira, passou mal.

Com mais um resultado ruim em casa, o Botafogo deixou o campo sob vaias e cânticos de protesto de sua torcida, que pedia “garra” e, ironicamente, que a diretoria do clube atrasasse o salário dos atletas. Seedorf, que esteve muito mal, foi um dos mais visados pelo público.

O Grêmio estava bem organizado e foi quem levou mais perigo no primeiro tempo. Por duas vezes, em cobranças de escanteio, a defesa do Botafogo não conseguiu ‘cortar’ a bola e faltou pouco para o visitante abrir o placar. Seedorf, lento, perdia quase todas as disputas e deixava os botafoguenses irritados. O mandante não conseguia criar nenhuma jogada que exigisse esforço do goleiro Dida.

Aos 30 minutos, Kleber, que já havia recebido cartão amarelo, fez falta violenta em Dória e foi expulso. A vantagem numérica não surtiu efeito para o Botafogo. Ao contrário, num ataque gremista pela esquerda, Riveros viu Alex Telles livre de marcação e deu um passe na medida. O lateral chutou com categoria, forte, e o goleiro Jefferson nada pôde fazer para evitar o gol.

Na saída para o intervalo, as vaias da torcida do Botafogo para o seu time já eram acentuadas. Aumentaram em volume no segundo tempo, etapa em que a equipe não conseguiu o empate, embora pressionasse o tempo todo o Grêmio, que passou a atuar bastante recuado e abriu mão até mesmo dos contra-ataques. Numa das poucas oportunidades do Botafogo, em chute forte de Renato de fora da área, Dida fez excelente defesa.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 0 X 1 GRÊMIO

BOTAFOGO – Jefferson; Gilberto, Dankler, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Jefferson Paulista), Gabriel, Seedorf e Lodeiro (Bruno Mendes); Rafael Marques e Henrique (Sassá). Técnico – Oswaldo de Oliveira.

GRÊMIO – Dida; Werley, Rhodolfo e Bressan; Pará, Riveros (Wendell), Ramiro (Adriano), Souza e Alex Telles; Barcos (Lucas Coelho) e Kleber. Técnico – Renato Gaúcho.

GOL – Alex Telles, aos 37 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Wilton Pereira Sampaio (GO).

CARTÃO AMARELO – Lodeiro, Kleber, Gilberto, Dória, Henrique, Bressan e Ramiro.

CARTÃO VERMELHO – Kleber.

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio.