O empate diante do Avaí por 1 a 1, na quarta-feira, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, não foi bem recebido pelo elenco do Grêmio. Segundo o volante Maicon, durante treino nesta quinta pela manhã, no CT Luiz Carvalho, em Porto Alegre, todos os jogadores estavam de “cabeça quente”. O time continua sem vitória na competição, pois foi derrotado pelo Santos, em casa, na rodada de estreia.

O Grêmio volta a treinar nesta sexta-feira à tarde e na manhã de sábado antes do jogo contra o Fluminense, no domingo, às 19 horas, na Arena Grêmio. O técnico Renato Gaúcho deverá utilizar mais uma vez uma equipe mista, pois na quarta-feira terá um jogo decisivo contra a Universidad Católica, do Chile, em casa, pela Copa Libertadores, quando terá de ao menos empatar para garantir vaga nas oitavas de final da principal competição sul-americana.

O atacante Luan foi o único titular no empate contra o Avaí a participar de parte dos treinamentos. Os demais jogadores permaneceram no vestiário. Os volantes Alisson e Maicon, poupados do jogo em Florianópolis, participaram normalmente das atividades. O zagueiro argentino Kannemann, outro que não atuou diante do Avaí, ficou apenas no vestiário.

Thiago Galhardo, Vico, Lincoln, Darlan e Rodrigues foram os jogadores que trabalharam nesta quinta-feira pela manhã sob o comando do preparador físico Rogério Dias e foram exigidos com corridas em diferentes ritmos.

O único ponto conquistado em duas rodadas disputadas liga um sinal de alerta em Renato Gaúcho, que tem como planejamento inicial colocar a equipe entre os quatro primeiros colocados até a parada para a Copa América, após a nona rodada. “Não tem jogo fácil no Brasileiro, mas temos de fazer o nosso dever de casa para entrarmos na briga pelo título”, afirmou o treinador.