Em sua primeira temporada no Bayern de Munique, o técnico Guardiola vem apresentando boas campanhas no Campeonato Alemão e na Liga dos Campeões da Europa. E admitiu que já pensa também no planejamento para a disputa do Mundial de Clubes, que acontecerá em dezembro, dessa vez no Marrocos. “Temos que fazer nossa lição de casa. É um torneio muito prestigiado. Não é fácil chegar a esta competição e vencê-la”, afirmou o espanhol, em entrevista ao site da Fifa.

Em partidas da Liga dos Campeões, o Bayern costuma chegar com um dia de antecedência aos locais dos jogos. Contudo, ele pretende chegar ao Marrocos em 14 dezembro, três dias antes da estreia no Mundial, marcada para o dia 17. “É uma longa viagem e os jogadores devem manter a cabeça limpa. Precisamos acostumar com o clima e com o país”, justificou Guardiola.

O treinador se mostrou satisfeito com a escolha do Marrocos como sede da competição, que, dessa vez, fica mais próxima da Europa e da Alemanha – antes, era no Japão, o que implicava uma longa viagem e grande diferença de fuso horário. “Eu acho que é uma boa ideia da Fifa realizar o torneio em um país diferente a cada ano”, avaliou Guardiola.

Guardiola já venceu o Mundial de Clubes duas vezes pelo Barcelona, em 2009 e 2011, sendo a última sobre o Santos, de Neymar e Ganso. Na próxima edição, o principal adversário do Bayern será o Atlético-MG, que garantiu a vaga na competição ao conquistar a Libertadores.