O técnico Josep Guardiola manteve a dúvida nesta terça-feira se Lionel Messi reforçará o Barcelona na quarta, contra o Rubin Kazan, pela Liga dos Campeões. Em sua avaliação, o jogador argentino precisa mostrar que está totalmente recuperado para não agravar o problema no tornozelo.

Há duas semanas, Messi sofreu entrada dura já nos acréscimos da vitória sobre o Atlético de Madrid, pelo Campeonato Espanhol, e permaneceu afastado nos últimos jogos do Barcelona. Mas na segunda-feira, ele treinou normalmente e foi relacionado, embora ainda não tenha sido liberado pelo departamento médico para jogar.

“Precisamos ver como está o tornozelo de Leo. Ele treinará novamente, falaremos com ele e com os médicos, veremos seu estado e decidiremos”, despistou Guardiola nesta terça-feira. “São as sensações de Messi que definirá o seu retorno”.

O zagueiro Gerard Piqué, por sua vez, contou que Messi está ansioso para jogar. “Sei que ele está com muita vontade, mas a decisão cabe ao treinador. Gostaríamos que ele jogasse, porque tê-lo na equipe é sempre bom, mas não sei se será titular ou jogará apenas alguns minutos”.