Marcelo Ruschel
Guga e Saretta serão os responsáveis a tirar o Brasil
da 3.ª divisão.

Montevidéu – Gustavo Kuerten abre o confronto da Copa Davis, diante de Marcel Felder, do Uruguai, hoje, às 14h30 (de Brasília), com transmissão da SporTV. Logo a seguir, Flávio Saretta, com status de número 1 da equipe brasileira, enfrenta a revelação uruguaia Pablo Cuervas.

Mas nem parece que Guga está em território inimigo. A cena é curiosa. Em plena quadra central do Carrasco Lawn Tennis, tradicional clube de Montevidéu, o tenista brasileiro aparece como grande astro. O público aplaude suas jogadas no treino, pede autógrafos e posa ao seu lado para fotos. E ele mostra-se sempre paciente e atencioso.

Até mesmo o adversário no jogo de hoje revela ser um fã do brasileiro. "Nunca enfrentei um jogador com tantas conquistas como o Guga", afirmou Marcel Felder. "Uma vez joguei com Agustín Calleri (argentino que já esteve entre os 30 melhores do mundo), mas nunca um campeão de Roland Garros e ex-número 1 do ranking."

O interesse dos uruguaios é mesmo Guga. Afinal, eles não têm muitas expectativas nesta confronto, embora joguem em casa. O melhor jogador do país é Felder, com ranking de número 488, e o outro titular de simples, Pablo Cuevas, está em 496.º lugar.

Na entrevista desta quinta-feira, após o sorteio dos jogos, Guga voltou a falar de seu atual momento. "Estou ainda longe da minha melhor forma. Certamente não vou estar no nível espetacular de outros tempos, mas estou bastante perto", avisou o tenista brasileiro.

Guga animou-se muito depois das boas atuações do US Open quando caiu na segunda rodada, mas revelou seu bom tênis em alguns momentos, em jogos disputados em melhor-de-cinco sets, exatamente como os da Copa Davis. Enquanto Guga espera que estes jogos diante do Uruguai ajudem no seu processo de recuperação, para Flávio Saretta, a oportunidade de sair como titular pode dar um novo impulso à sua carreira. "Estou certo de que voltei a jogar bem e quero aproveitar bem essa chance. Fisicamente também estou 100%", avisou.

Com a saída de Ricardo Mello (número 88 do ranking) da condição de titular, Saretta (108) passou a ser o número 1 do Brasil no confronto, com Guga como número 2. Assim, o sorteio apontou que no primeiro dia de jogos, Guga enfrenta o 1.º colocado do Uruguai, Felder, e Saretta encara o segundo, Cuevas.

Para a partida de duplas, o capitão brasileiro, Fernando Meligeni, escalou Saretta ao lado de André Sá, diante de Cuevas e Martin Vilarubi. A partida de duplas será no sábado, às 14h. E domingo, os jogos começam às 11h, com Guga x Cuevas e depois, Saretta x Felder – mas, se o confronto estiver definido, há grandes possibilidades de alteração nas equipes.