São Paulo – Os brasileiros Gustavo Kuerten e Flávio Saretta vão estrear hoje no Aberto dos EUA último Grand Slam do ano. Guga vai encara o russo Dmitry Tursunov, saído do qualificatório, enquanto Saretta encara o americano Vincent Spadea.

Guga e o técnico Larri Passos chegaram a Nova York no final da tarde de sábado, vindos da disputa do ATP de Long Island, onde Guga alcançou as quartas-de-final e no domingo pela manhã já estavam em Flushing Meadows, onde o torneio é disputado.

Um dia antes do Grand Slam mais agitado do circuito começar, Guga fez um primeiro bate-bola, nas concorridas quadras de treino do USTA National Tennis Center, com Larri e depois com o chileno Fernando Gonzalez.

Durante a tarde, Guga voltou a treinar, com o vice-campeão de Roland Garros, o holandês Martin Verkerk, dono de um poderoso saque, no Estádio Louis Armstrong, a antiga quadra central do US Open. Nesta segunda, Guga treina pela manhã com o inglês Tim Henman.

O adversário de estréia de guga, o russo Dmitry Tursunov, 173.º colocado no ranking mundial, é uma novidade para Guga. Os dois nunca se enfrentaram e o técnico Larri Passos, que já buscou algumas informações sobre Tursunov, pretendia assistir a um dos treinos do tenista, que passou peloo qualificatório para garantir sua vaga na chave principal. “Sabemos que é um jogador que bate forte dos dois lados, de direita e esquerda e que joga o tempo todo na força”, contou Larri.

Cabeça-de-chave 14 do torneio, Guga disputa o Aberto dos EUA pela sétima vez na carreira, tendo sido quadrifinalista em 1999 e em 2001. No ano passado ele alcançou as oitavas-de-final.