Gustavo Kuerten encerrou nesta sexta-feira (30) a carreira como tenista profissional. Em sua última partida, ao lado do francês Sebastien Grosjean, pela chave de duplas de Roland Garros, o brasileiro perdeu para os desconhecidos romenos Florin Mergea e Horia Tecau, por 2 sets a 1, com 5/7, 6/3 e 6/1.

Os adversários foram convidados para a partida horas antes do confronto. Eles substituíram o dueto francês formado por Julien Benneteau e Nicolas Mahut. Depois de jogar cinco sets em simples na vitória sobre Alejandro Falla, Benneteau desistiu de jogar.

Sem os cabeça-de-chave número 16 pela frente, Guga e Grosjean passaram a ter chances maiores de vitória. E confirmaram a expectativa de uma partida mais equilibrada no primeiro set, ao vencerem por 7/5.

Nas duas séries seguintes, contudo, a juventude e motivação dos romenos – ambos de 25 anos – foi fundamental. Com Guga sem ritmo e Grosjean ainda recuperando-se de uma lesão que o tirou da chave de simples, a partida ficou fácil para os convidados.

Com a derrota nesta sexta, Guga encerra de vez a carreira. O brasileiro acumulou 20 títulos de simples, oito de duplas e quase US$ 15 milhões de dólares desde que tornou-se profissional em 1995. Com três títulos no Grand Slam francês, foi líder do ranking mundial por 43 semanas, e o primeiro sul-americano a encerrar um ano no topo da lista da ATP.