Em 1997 a vitória de Gustavo Kuerten em Roland Garros, com pouco mais de 20 anos e na 66ª colocação do ranking mundial, não era imaginada por ninguém. Agora, a beira da aposentadoria Guga torce para que outra surpresa aconteça. Dessa vez, na primeira rodada do torneio, quando enfrenta o francês Paul Henri-Mathieu, um dos cabeças de chave de Roland Garros.

"Como venho dizendo há tempos não importante muito quem seja meu adversário, pois minhas expectativas no torneio atualmente são bem diferentes", disse o brasileiro após o sorteio das chaves no Club des Loges, em Roland Garros.

Gustavo Kuerten espera contar com a força dos torcedores, mesmo enfrentando um tenista francês. "Vai ser um jogo complicado. Diante de tenistas entre os 80 ou 90 já tenho de jogar no limite. Mas acho que, de repente, com o apoio da torcida talvez consiga um milagre.