Gustavo Kuerten vai testar sua confiança, hoje, por volta das 18h, de Brasília, na estréia no Aberto dos Estados Unidos. O canal Sportv promete transmitir a partida. O tenista brasileiro, depois de 20 dias de uma combinação de treinos e preparação psicológica, enfrentará o francês Julien Boutter, 54.º do ranking.

Nova York (AE) – Guga está em 46.º lugar. Fernando Meligeni, 60.º do mundo, também estréia contra o argentino Agustin Calleri, 45º. Flavio Saretta, 71.º, só jogará amanhã contra o dinamarquês Kenneth Carlsen, 106.º.

Guga estará no Louis Armstrong Stadium, o segundo mais importante de Flushing Meadows. Ontem, ele bateu bola em dois períodos. No início da tarde treinou com Saretta e no final do dia o treino, de 1h30, foi com o técnico Larri Passos. O brasileiro tem 250 pontos para defender na competição. Se perder, pode deixar a condição de melhor do País, que carrega há seis temporadas. Mas ele, que passou por uma artroscopia no quadril em fevereiro, diz que está confiante. Mesmo sabendo que não conseguiu vencer nas duas vezes que enfrentou Boutter. “Estou até surpreso como cresci nesses últimos dias. Sei que tenho um jogo duro pela frente, mas estou feliz de estar no torneio. De repente posso deslanchar se ganhar um jogo. Mas também, independente do resultado, estou satisfeito com minha evolução.”

Meligeni também considera sua estréia perigosa. “Sempre que joguei contra o Agustin foi complicado. Ele tem muita personalidade e luta bastante. Vai ser um lindo jogo. Não dá para pedir uma boa rodada nesse torneio, todos os jogos são duros.” Meligeni enfrentou o argentino três vezes e perdeu duas.

Davis

Ricardo Acioly, capitão da equipe brasileira na Copa Davis está em Nova York para ver os jogos e aproveitou para anunciar a escalação para o confronto contra o Canadá, de 20 a 22 de setembro, no Rio. O Brasil precisa vencer para poder continuar na elite. O time terá Guga, Meligeni, Sá e Saretta. Para a reserva Acioly chamou Ricardo Mello e Júlio Silva.

André Sá eliminado na estréia

Nova York

– André Sá está fora do US Open, o último Grand Slam da temporada. Ontem, em Nova York, o brasileiro foi derrotado logo na estréia do torneio. Ele perdeu para o espanhol Feliciano Lopez, por 3 sets a 0, com parciais 7/5, 7/6 (7/1) e 6/3. Ainda há três outros tenistas do País na disputa: Gustavo Kuerten, Fernando Meligeni e Flávio Saretta, que devem jogar só hoje.

Quem confirmou seu favoritismo na estréia em US Open foi o russo Yevgeny Kafelnikov, que derrotou o italiano Davide Sanguinetti por 6/2, 7/5, 3/6 e 6/4. O eslovaco Dominik Hrbaty teve mais dificuldade, mas também avançou para a segunda rodada depois que o croata Mario Ancic abandonou o jogo no quinto set.

Em outros jogos disputados ontem, o sueco Robin Soderling ganhou do alemão Lars Burgsmuller por 7/6 (9/7), 6/0 e 6/4 e o norte-americano James Blake venceu o seu compatriota Brian Vahaly por 6/7 (3/7), 6/3, 6/3 e 7/6 (7/5).