O meio-campista Guti anunciou neste domingo sua saída do Real Madrid, depois de 15 temporadas defendendo o gigante espanhol. O jogador, que tem mais um ano de contrato, disse que está analisando uma proposta do Besiktas, da Turquia. “Eu tenho uma boa oferta deles, muito interessante, agora vamos ver”, disse Guti. “Não foi uma decisão fácil [deixar o Real Madrid]”

Apenas o atacante Raul Gonzalez está no Real Madrid por mais tempo do que Guti, que fez sua estreia pela equipe profissional em 1995. O meio-campista de 33 anos ajudou o clube a ganhar três Liga dos Campeões da Europa, cinco títulos espanhóis e dois Mundiais Interclubes.

Guti chegou ao Real Madrid com oito anos e fez sua estreia na vitória por 4 a 1 sobre o Sevilla em 2 de dezembro de 1995. Ele marcou 86 gols em 542 jogos pelo Real Madrid. “Foram muitos anos e alguns [foram] complicados, mas no final consegui alcançar as coisas mais importantes”, disse o jogador, que usava a camisa número 14. “Muitos anos aqui, uma fase inesquecível [da minha vida]”.

Guti ficou no banco de reservas na maior parte das últimas duas temporadas por conta de lesões e atuações inconstantes. Tal como Raul, ele nunca jogou por qualquer outro clube, sendo considerado um símbolo do Real Madrid. “Ele é um jogador especial, que conseguiu surpreender-nos em todos os jogos”, disse o diretor Jorge Valdano, que deu a primeira chance ao jogador como técnico. “Um madridista de verdade. Hoje é um dia triste porque um dos nossos está saindo”.