Tricampeão mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton ainda não havia conseguido vencer um GP do Brasil. O piloto britânico conquistou a sua 52.ª vitória na história da categoria neste domingo, em Interlagos, superando o francês Alain Prost (ele está agora em segundo, atrás apenas do alemão Michael Schumacher) e adiou a definição do título desta temporada para a última prova, em Abu Dabi.

“É uma sensação espetacular, uma corrida que eu sonhava ganhar desde muito pequeno. Essas experiências são únicas”, comemorou Hamilton. “A vitória veio um pouco tarde, tentava ganhar há anos. É muito difícil essa corrida. Essa foi uma vitória muito difícil por causa da chuva, mas o bom trabalho com a Mercedes ajudou”, explicou o piloto. “A corrida foi complicada para todos, muito risco de aquaplanar”, afirmou.

O resultado deixa Hamilton 12 pontos atrás do líder da temporada, Nico Rosberg, seu colega de Mercedes. Com isso, Lewis vai para a próxima corrida, que acontece no próximo dia 27, ainda com chances de conquistar o tetracampeonato da Fórmula 1.

Disputando o GP do Brasil desde 2007, até este domingo ele tinha conquistado um terceiro lugar, em 2009, e por duas vezes a segunda colocação: em 2014 e 2015. “É uma temporada incrível para nosso time, por tudo o que obtivemos de resultado”, falou Hamilton. “Agora só tenho que agradecer aos torcedores que vieram aqui e esperaram até o final da corrida”, completou.