Autor do gol que levou o Internacional à semifinal da Libertadores, marcado aos 43 minutos do segundo tempo quando o seu time perdia por 2 a 0 para o Estudiantes, o meia Giuliano foi o grande herói da classificação da equipe gaúcha, obtida em Quilmes, na Argentina.

“Agradeço a Deus pelo dia de hoje (quinta-feira), pelo jogo, por ter entrado no fim, ter tido a oportunidade e de ter sido eficiente. Estou realmente muito feliz. O Andrezinho fez um grande passe. E acho que o Inter foi merecedor da classificação pelo que fez nos dois jogos. Foi sem dúvida o gol mais importante da minha carreira”, afirmou Giuliano, que substituiu D’Alessandro no segundo tempo, momentos antes de marcar o gol salvador.

Já o vice-presidente de futebol do Internacional, Fernando Carvalho, não escondeu o sofrimento e o alívio pelo fato do time ter conquistado a classificação apenas no final da segunda partida contra o Estudiantes. No duelo de ida, em Porto Alegre, o time gaúcho venceu por 1 a 0, com um gol de Sorondo, também marcado no fim do confronto.

“Vamos agora dar uma relaxada, porque foi terrível e Libertadores é assim. Vamos trabalhar para melhorar. Gol do Sorondo nos minutos finais (no jogo de ida). Gol de Giuliano no final também. Repito: não jogamos bem, mas valeu pela classificação. Também não houve chance clara para o Estudiantes, mesmo com o seu domínio. A arbitragem foi ruim, marcou muitas faltas para eles e não para nós. Temos que cuidar agora com o São Paulo, que mostrou evolução na hora que tinha que ser”, ressaltou o dirigente.

Já o assessor de futebol do Internacional, Giovanni Luigi, lembrou que o time terá um longo período para se preparar para a semifinal da Libertadores, contra o São Paulo, já que ela só vai ser realizada depois da Copa do Mundo.

“É um dia de grande festa. Temos 40 dias para consolidar e melhorar nosso time. Não fizemos um grande jogo, mas temos conteúdo para seguir adiante na competição. Agora vem o São Paulo. Está muito parecido com 2006. Mas vamos comemorar e depois trabalhar forte para atingirmos nossos objetivos”, disse Luigi.