Campeão do Masters Cup do ano passado, e número 1 do mundo, o australiano Lleyton Hewitt terá dias difíceis para buscar o bicampeonato em Xangai. Caiu numa chave bastante forte (o grupo vermelho), ao lado do russo Marat Safin e dos espanhóis Carlos Moya – que já o venceu este ano – e de Albert Costa, campeão de Roland Garros.

O Masters Cup, com US$ 3,7 milhões em prêmios para apenas oito jogadores, e que poderá dar ao campeão invicto US$ 1,5 milhão, começa na terça-feira e a rodada de abertura já está definida. O primeiro jogo já promete emoções com Marat Safin diante de Carlos Moya e, logo a seguir, Hewitt inicia a defesa do título diante de Albert Costa.

No grupo dourado Andre Agassi vai disputar uma das duas vagas para as semifinais de sua chave, diante de Juan Carlos Ferrero, Roger Federer e Jiri Novak.

Desafio

O Brasil abriu vantagem de 2 a 0 logo no primeiro dia de confronto do desafio de tênis contra a Argentina, terça-feira à noite, no Ibirapuera, com as vitórias de Fernando Meligeni sobre Gaston Gaudio (2 a 0) e de Gustavo Kuerten diante de David Nalbandian (2 a 1) e num clima de muita admiração da torcida que praticamente lotou os dez mil lugares.