Londrina e Maringá reeditam hoje o Clássico do Café. No entanto, depois de partidas históricas contra Grêmio Esportivo, Grêmio de Esportes, Maringá Esporte Clube, Grêmio S.A. e Galo Adap em edições anterioras, o adversário da vez para o Tubarão será o Grêmio Metropolitano, no Estádio Willie Davids, na cidade canção.

O duelo das 20h30 é válido pela penúltima rodada do primeiro turno da Divisão de Acesso do Paranaense 2011. Líder com 19 pontos, o Londrina poderá levantar o caneco em reduto inimigo.

O LEC precisar vencer o Grêmio Metropolitano em campo, mas antes vai ter de torcer por derrota do Serrano em casa. A equipe de Prudentópolis entra em campo às 15h30, contra o Iguaçu.

Depois, se a sorte for favorável, o Tubarão entra no WD para tentar sua primeira conquista, mesmo que simbólica, depois da intervenção da Justiça do Trabalho no ano passado.

Na última vez que foi decidir um título na casa do rival, o Londrina foi derrotado. A partida foi válida pela Copa Paraná de 1999, contra o Grêmio Maringá S.A., hoje na terceira divisão estadual. Os donos da casa levaram a melhor e ficaram com a vaga na Copa Sul-Minas.

Para tentar sair vencedor, como na grande final do Paranaense 1981, o Tubarão vai apostar em mudanças táticas. Por um time mais veloz, o técnico Cláudio Tencatti vai tirar o experiente meia Silvinho e dar lugar ao jovem Ricardinho.

Já o Grêmio Metropolitano Maringá entra em campo tendo como única motivação o próprio clássico. Depois do fracasso na tentativa de contratar para o seu comando técnico o ex-meia da Seleção Brasileira Valdo, o alvinegro vai estrear o novo comandante, Rodrigo Casca. A equipe da cidade canção segue na parte intermediária da tabela, sem chance de título, e promete focalizar suas energias para o turno final.

Rodada

Completando a oitava rodada, o São José volta a jogar em Irati, contra o FC Cascavel. Outro “sem-teto” será o Sport Campo Mourão, que “receberá” o Nacional de Rolândia em Apucarana. Em Foz do Iguaçu, o time da casa encara o Toledo.