A seleção brasileira pode ter um problema às vésperas do seu segundo jogo na Copa do Mundo. Neste domingo, no seu último treinamento antes da viagem para Fortaleza, onde vai enfrentar o México, na terça-feira, o atacante Hulk deixou o coletivo na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), após dez minutos de atividade.

Ainda não há informações sobre as condições de Hulk, mas o atacante deixou imediatamente o gramado, acompanhado pelo fisioterapeuta Luiz Rosan. Além disso, o histórico do jogador do Zenit preocupa, pois também na antevéspera do compromisso anterior, a estreia na Copa diante da Croácia, o jogador também deixou o campo antes do fim de um treinamento técnico com dores musculares.

Mesmo assim, Hulk participou normalmente da abertura do torneio, no Itaquerão, em São Paulo. E, após a vitória brasileira por 3 a 1, o técnico Luiz Felipe Scolari revelou que o atacante atuou fora das condições ideais.

Neste domingo, Hulk fez um gol durante o coletivo para os titulares, numa jogada em que Felipão optou por realizar a marcação sob pressão, e logo em seguida deixou o campo acompanhado por Rosan.

Até então, a atividade estava bastante movimentada e chamava a atenção a mudança de visual do atacante Neymar e do lateral-direito Daniel Alves, de cabelos loiros. Agora, porém, existe a preocupação com as dores musculares de Hulk, titular da seleção.