O alemão Nico Hulkenberg estará fora do grid da Fórmula 1 em 2011, apesar de ter se destacado no ano passado, na sua temporada de estreia, quando correu pela Williams e foi companheiro de equipe do brasileiro Rubens Barrichello. Pole position do último GP do Brasil, ele será apenas o terceiro piloto da Force India e admite estar frustrado com a situação.

“É uma situação difícil de aceitar. Mas por outro lado não é algo que eu posso mudar, por isso não ajuda ficar furioso com isso. O meu objetivo para o futuro é evitar essas situações e encontrar um caminho que possa me garantir um carro e procurar uma equipe que está apostando no talento”, afirmou, em entrevista ao site oficial da Fórmula 1.

Na última semana, Hulkenberg participou do primeiro dia de testes coletivos no circuito de Valência e se destacou ao terminar na segunda colocação, atrás apenas do campeão e compatriota Sebastian Vettel, e à frente de Paul Di Resta, que será um dos pilotos da Force India. O alemão, porém, evitou se comparar com o piloto britânico.

“Paul só ficou no carro nas últimas duas horas do dia e as circunstâncias não eram as mesmas. Eu não comparo meus tempos com Paul, mas eu sei que eu tenho tido um bom desempenho, que eu tenho feito um bom trabalho e eu estava simplesmente feliz por estar de volta em um carro de Fórmula”, disse.

Hulkenberg não esconde que seu objetivo é voltar a participar das corridas da Fórmula 1. “Espero uma carreira longa e bem sucedida na Fórmula 1, na próxima temporada com a Force India, mas as coisas estão abertas. Meu objetivo é, definitivamente, lutar por vitórias e o campeonato em um dia”, comentou.