Neste final de semana o distrito do Sucuri (próximo de Cuiabá) foi palco da maior festa indígena formada por mais de 66 etnias diferente (sendo 48 nacionais e 18 de outros países). A ‘”vila olímpica”’ construída para abrigar a 12.ª edição dos Jogos dos Povos Indígenas recebeu na tarde de domingo os eventos mais esperados pelo público – mais de dez modalidades típicas como arco e flecha, corrida com tora, futebol cabeça, zarabatana, natação, canoagem, entre outros.

O Coordenador-geral Marcos Terena, anunciou às 16 horas a abertura dos Jogos Indígenas.
 
“Agradeço imensamente o povo mato-grossense pela recepção do nosso evento. Não estamos aqui para disputar nem competir, tudo é celebração. Desde os esportes, as feiras e apresentações dos nossos povos”, explicou.

Cerca de cinco mil pessoas visitaram o evento neste domingo e puderam aprender mais sobre a cultura indígena. “Está sendo tudo maravilhoso e essa é uma oportunidade maravilhosa e única de ficar perto deles. O que no dia-a-dia seria impossível”, elogiou o empresário Mauro Alencar.
Nesta semana as competições continuam em Sucuri.