Um dia antes de iniciar a campanha que pode levar a Espanha ao tricampeonato consecutivo da Eurocopa, o meio-campista Iniesta afirmou neste domingo que o fracasso da então campeã mundial na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, serviu para calejar os espanhóis.

“A decepção no Brasil nos fez ficar mais concentrados do que nunca”, comentou o meia do Barcelona. “Tentaremos que esta responsabilidade de atuais campeões nos leve ao mais longe possível. Cada campeonato é diferente, mas creio que temos um bom elenco para fazer as coisas correrem bem. Isso só depende de nós.”

A geração mais vencedora da história da Espanha conquistou duas Eurocopas, em 2008 e 2012, e uma Copa do Mundo, em 2010. Agora, a seleção busca o objetivo de se tornar a primeira tricampeã europeia e a única tetracampeã.

“Acima de tudo, eu ficaria muito feliz em elevar a seleção. Ganhar três Euros seria algo insólito até hoje”, acrescentou o jogador. “Isso elevaria o nível de cada um de nós.”

A Espanha estreia pela Eurocopa de 2016 nesta segunda-feira diante da República Checa, no estádio Municipal de Toulouse, às 10 horas (de Brasília), pelo Grupo D da competição. A primeira rodada da chave iniciou com vitória da Croácia por 1 a 0 sobre a Turquia.