Desfalcado de cinco titulares e de seu reserva mais importante, o Internacional não pode reclamar do empate em 1 a 1 com o Caxias, neste domingo, no primeiro jogo da decisão do Campeonato Gaúcho. A equipe colorada jogou mal na primeira etapa, saiu atrás no placar, mas melhorou na volta do intervalo e chegou à igualdade com Oscar.

“A equipe cresceu no segundo tempo. Conseguimos empatar com gols e isso foi muito importante. Agora é jogar com o regulamento dentro de casa”, comentou Nei, fazendo referência à vantagem que o Inter tem de, por ter marcado um gol no Estádio Centenário, poder jogar pelo 0 a 0 no Beira-Rio, domingo que vem.

“A dificuldade de jogar aqui é muito grande. Conseguimos um empate com gols e isso é importante numa decisão”, completou o volante Tinga.

Para Dorival Júnior, o time não pode voltar a jogar como na primeira etapa. “O título está em aberto. Precisamos ter a postura que tivemos no segundo tempo para poder vencer.”

Agora o foco do Inter é na Copa Libertadores, na qual faz jogo decisivo na quinta-feira, no Engenhão, contra o Fluminense, podendo empatar com gols para avançar às quartas de final. “Agora diante do Fluminense é outra final e vamos tentar classificar no Rio”, disse Nei.