A Inter de Milão tinha a oportunidade de conquistar o título do Campeonato Italiano por antecipação neste domingo. Bastava ganhar do ameaçado Chievo em Verona. A equipe milanesa até chegou a estar vencendo por duas vezes, mas acabou empatando por 2 a 2 e mantém assim vivas as esperanças do Milan de ainda ficar com a taça. Com o tropeço fora de casa, a Inter soma 77 pontos, sete a mais que o arquirrival, que ainda joga neste domingo contra a Juventus, no San Siro. Depois deste jogo, o Italiano terá mais três rodadas.

Apesar do empate em Verona, no começo da partida parecia que a Inter venceria com facilidade. Logo aos três minutos, em jogada de argentinos, Cambiasso chutou, o goleiro do Chievo deu rebote e Crespo fez 1 a 0. O empate dos anfitriões veio aos 27, com um belo chute de fora da área de Marcolini. Na segunda etapa, Balotelli aproveitou sobra na entrada da área e pegou firme na bola, encobrindo o goleiro e fazendo 2 a 1 para a Inter.

Mas o meia brasileiro Luciano devolveria a igualdade ao placar logo depois. O jogador, ex-Palmeiras, aproveitou o cruzamento da esquerda e pegou de primeira, jogando no contrapé do goleiro Júlio César, que nada pôde fazer para evitar o empate. O gol ainda valeu para o Chievo uma tranquilidade maior para se salvar do rebaixamento. Agora, a equipe de Verona aparece na 16.ª posição, a cinco pontos da zona de perigo.

Ainda neste domingo, pela 35.ª rodada do Italiano, a Fiorentina venceu o Catania por 2 a 0 e se manteve na quarta posição, com 64 pontos, em boas condições de garantir uma vaga na Liga dos Campeões. Em quinto, mas ainda na briga, está o Genoa, que empatou por 1 a 1 com a Atalanta e soma 61. Lutando pela classificação à Copa da Uefa, a Roma ficou na igualdade por 2 a 2 com o Cagliari, se mantendo na sexta posição.

Em casa, o Siena venceu o Palermo por 1 a 0. Já o empate por 1 a 1 se repetiu nas partidas entre Lecce e Napoli e Torino contra Bologna.