Inter e Santos empataram por 1 a 1, na tarde deste sábado, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 32ª rodada do Brasileirão. O resultado foi ruim para os dois times, pois deixa ambos com 49 pontos, praticamente fora da disputa pelo título do campeonato – o Fluminense lidera com 57.

O confronto direto deste sábado era decisivo para as pretensões de Inter e Santos no campeonato. Como ambos já estão garantidos na Libertadores do ano que vem, o único interesse no Brasileirão é o título. Agora, o time gaúcho deve se concentrar na preparação para o Mundial de Clubes, em dezembro, nos Emirados Árabes Unidos, enquanto os santistas já entram em clima de final de temporada.

Como só a vitória servia aos dois times na luta para buscar o título, o primeiro tempo do jogo foi aberto, com chances para os dois lados. O Inter levou mais perigo aos 34 minutos, quando o volante Wilson Mathias chutou de fora da área e mandou a bola no travessão – no rebote, o atacante Rafael Sóbis desperdiçou. Já o Santos quase marcou aos 43, mas o lateral Nei salvou em cima da linha.

Apesar de ter sido convocado para a seleção brasileira na sexta-feira, mesmo dia em que se envolveu numa discussão áspera com o atacante Marcel durante o treino do Santos, Neymar não estava muito inspirado neste sábado, principalmente nas finalizações. Ele teve pelo menos três ótimas chances para fazer o gol diante do Inter, mas não conseguiu marcar.

Assim, quem marcou o gol para o Santos foi o atacante Zé Eduardo. Aos 33 minutos do segundo tempo, ele fez bela jogada e chutou forte, no ângulo do goleiro Renan: 1 a 0. O Inter, porém, respondeu rápido. Aos 36, o atacante Leandro Damião recebeu sozinho, dentro da área, e cabeceou para empatar o jogo.

FICHA TÉCNICA:

Inter 1 x 1 Santos

Inter – Renan; Nei, Bolívar, Índio e Kléber; Wilson Mathias, Guiñazu, D’Alessandro e Giuliano (Andrezinho); Rafael Sóbis (Edu) e Alecsandro (Leandro Damião). Técnico: Celso Roth.

Santos – Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo (Alex Sandro); Roberto Brum, Arouca (Rodriguinho), Danilo e Alan Patrick (Marquinhos); Zé Eduardo e Neymar. Técnico: Marcelo Martelotte (interino).

Gols – Zé Eduardo, aos 33, e Leandro Damião, aos 36 minutos do segundo tempo.

Árbitro – Paulo Godoy Bezerra (SC).

Cartões amarelos – Guiñazu, D’Alessandro, Rodriguinho e Zé Eduardo.

Renda – R$ 459.005,00.

Público – 29.565 pessoas.

Local – Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).