Porto Alegre – Cerca de dois mil torcedores foram ao terminal antigo do Aeroporto Salgado Filho se despedir dos jogadores do Internacional que embarcaram ontem para o Japão, onde vão disputar a Copa do Mundo de Clubes da Fifa. A festa só não foi completa porque algumas pessoas embriagadas provocaram um tumulto quando tentaram entrar na pista de estacionamento da aeronave.

Contidas pelos policiais, elas ficaram irritadas, tentaram agredir os jornalistas que cobriam o embarque e quebraram os vidros de um carro da Rádio Bandeirantes. A confusão deixou três soldados do 11.º Batalhão de Polícia Militar feridos. Dois torcedores foram presos.

O tumulto não chegou até onde estavam os jogadores, que se entusiasmaram com o carinho que receberam dos colorados. O goleiro Clemer, de 38 anos, estava emocionado. ?Se já estão fazendo uma festa bonita como esta no nosso embarque, imagina só o que vai ser quando voltarmos, se Deus quiser com o título de campeão?, comentou, confessando que estava arrepiado. O técnico Abel Braga considerou o apoio dos torcedores como o ?melhor doping? que o time poderia receber e prometeu que sua equipe trabalhará com a alma para que na volta a festa possa ser melhor ainda.

A delegação colorada saiu de um hotel na zona sul da cidade e foi conduzida ao aeroporto por centenas de motos e carros. Enquanto se deslocavam do ônibus ao avião, ouviram a multidão cantar o hino do clube. Na sala vip receberam uma bandeira do Rio Grande do Sul e uma mensagem do governador Germano Rigotto, que desejou sucesso ao time.

Às 13h40 o vôo fretado decolou para São Paulo. Os zagueiros Índio e Fabiano Eller e o atacante Fernandão não estavam a bordo porque haviam participado da festa da entrega de prêmios aos melhores do Campeonato Brasileiro na noite de segunda-feira, no Rio de Janeiro. Eles se juntaram ao grupo no Aeroporto de Guarulhos, de onde o Internacional viajou para Paris no início da noite. Os colorados devem chegar à capital francesa às 8h45 de hoje. Às 13h15 (horário local) viajam para Tóquio. A chegada ao Japão está prevista para às 9h15 de hoje (horário local).

Gremista Lucas torce pro Barça

 

São Paulo – ?Lucas, para quem você vai torcer no Mundial de Clubes??. A pergunta ao jogador do Grêmio, eleito o Bola de Ouro da Revista Placar como melhor jogador do Brasileirão, foi feita na segunda-feira, durante a festa de entrega da Bola de Prata. ?Vou torcer para o Barcelona. Claro que eu fico feliz de ter um representante do Sul no mundial. Mas já está bom eles terem chegado lá, né? Não precisa ir adiante, não?, disse o gremista.

Lucas ganhou o Bola de Ouro logo em seu primeiro campeonato. Mais: aos 19 anos, tornou-se o mais jovem jogador a atingir o feito, superando Kaká em 2002 e Robinho em 2004, que tinham 20 anos.

A Bola de Ouro premia a regularidade. Placar manda um jornalista para todos os estádios, em todos os jogos do campeonato. Cada jogador recebe uma nota de 0 a 10. No final, quem obteve as melhores médias em cada posição ganha a Bola de Prata. O jogador que tiver a melhor média entre todos leva o prêmio maior.

Lucas conseguiu ser eleito sem ter nenhuma nota acima de 7,5 em todo o Brasileirão. Mas também não fez nenhuma partida abaixo de 5.