O Internacional encerrou neste sábado pela manhã, já no Rio de Janeiro, no Centro de Educação Física da Marinha, a sua preparação para o confronto deste domingo, contra o Flamengo, em Macaé (RJ), pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Após um treino recreativo, os jogadores seguiram para a cidade que abrigará o confronto entre dois times que estão empatados na tabela de classificação, com 57 pontos, e brigam diretamente por uma vaga na Copa Libertadores de 2012.

Um clima de grande tensão cerca o duelo, que será realizado em Macaé pelo fato de que o Engenhão será usado para o clássico entre Fluminense e Vasco, também marcado para começar às 17 horas deste domingo. Por causa deste deslocamento extra para a cidade do interior carioca, a delegação do Inter resolveu viajar para o Rio já na sexta-feira.

E os jogadores do Inter tratam este confronto de domingo como uma decisão, apesar de a equipe ainda ter pela frente o clássico com o Grêmio, no dia 4 de dezembro, no Beira-Rio, pela rodada final do Brasileirão. “Teremos um grande adversário, com jogadores que podem decidir a qualquer momento. Precisamos estar atentos e ligados o tempo todo”, afirmou o lateral-direito Nei.

O técnico Dorival Júnior, por sua vez, reuniu o elenco do Inter para uma conversa de 20 minutos após o treino deste sábado e evitou fazer mistério sobre a escalação da equipe, que deve ir a campo neste domingo com a seguinte formação: Muriel; Nei, Bolívar, Rodrigo Moledo e Kleber; Tinga, Guiñazu, Oscar e D´Alessandro; Gilberto e Leandro Damião.

Dorival ainda terá à disposição no banco de reservas o volante argentino Bolatti, que volta depois de cumprir suspensão, e o atacante Jô, recuperado depois de ter sido submetido a uma cirurgia.