Em um jogo dramático e marcado por quatro expulsões, o Juventude derrotou o Internacional por 2 a 1 de virada, neste sábado, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. Com a vitória, a equipe caxiense chegou aos 42 pontos e ganhou uma folga no grupo de rebaixamento do Brasileirão. Já o Internacional estacionou nos 56 pontos e viu o sonho do título ficar um pouco mais distante.

Disputado sob chuva , o jogo teve pouca qualidade. Numa das raras oportunidades na etapa inicial, Rafael Sobis abriu o placar para o time colorado. Ele aproveitou uma bola mal afastada da defesa, após cruzamento de Ricardinho, e acertou o ângulo esquerdo de Fabiano.

No segundo tempo, o Juventude voltou com mais ímpeto. Aos 5 minutos, Enilton deu um susto na torcida. Ao tentar uma bicicleta na área do Inter, ele caiu de mal jeito e precisou ser atendido por cerca de 3 minutos, mas voltou ao jogo.

O time da casa, que precisava da vitória de qualquer maneira, se jogou para a frente. Aos 28 minutos, o Inter teve o volante Edinho expulso por falta violenta em Zé Carlos. Aos 38, Enilton fez um cruzamento para Zé Carlos empatar.

Um minuto depois, o Juventude perdeu Tucho, expulso após uma cotovelada em Mossoró. Na seqüência, foi a vez de Zé Carlos levar o vermelho devido a uma cotovelada em Rafael Sobis.

Mantendo a posição, o Juventude chegou à vitória nos acréscimos. Aos 46 minutos, Roger cruzou para a área, Antônio Carlos cabeceou e Enilton chutou em direção ao gol. O zagueiro colorado Vinicius desviou a bola com a mão, causando pênalti, e também foi expulso. Na primeira cobrança, aos 48 minutos, Enilton chutou e Clemer defendeu. Mas a arbitragem mandou repetir a jogada, alegando que o goleiro havia se adiantado. Aos 50, depois de muita reclamação do Inter, Enilton chutou no canto direito e definiu a vitória do Juventude.

Ficha Técnica:

Juventude 2 x 1 Inter

Gols: Rafael Sobis, aos 22 minutos do primeiro tempo; Zé Carlos aos 38, e Enilton, aos 50 minutos do segundo tempo.

Juventude – Fabiano; Chicão (Roger), Antônio Carlos e Éderson; Juliano, Daniel, Lauro, Caíco (Marcelinho) e Fininho (Tucho); Enilton e Zé Carlos. Técnico: Hélio dos Anjos.

Internacional – Clemer; Ceará, Ediglê, Vinicius e Jorge Wagner; Edinho, Gavilán (Gustavo), Tinga e Ricardinho (Mossoró); Rafael Sobis e Fernandão. Técnico: Muricy Ramalho.

Juiz: AlÍcio Pena Júnior (MG).

Renda: R$ 84.922,00

Público: 12.359

Cartões amarelos: Antonio Carlos, Clemer, Jorge Wagner, Gavilán e Ricardinho.

Cartão Vermelho: Zé Carlos, Tucho, Edinho , Vínicius.

Local: Alfredo Jaconi.