Milão – Jogadores e a comissão técnica da Inter de Milão acusaram os árbitros do Campeonato Italiano de favorecer à Juventus, após a controversa vitória dos líderes da competição por 1 a 0 sobre a Udinese, no final de semana.

O resultado manteve a Juve com oito pontos de vantagem sobre a Inter antes do clássico de domingo entre as equipes no San Siro.

A principal queixa da Inter é sobre o gol da vitória, de Alessandro Del Piero. Imagens de televisão mostraram que ele finalizou em clara posição de impedimento.

O time também apontou diversos incidentes que favoreceram a Juve, incluindo um impedimento mal marcado do atacante da Udinese, Vincenzo Iaquinta, quando ele partia sozinho para o gol, e a expulsão de Sulley Muntari após falta inexistente em Pavel Nedved. Também houve reclamação por um pênalti não marcado.

O diretor-geral da Juventus, Luciano Moggi, ressaltou que sua equipe tem o melhor ataque da competição, apesar de ter tido apenas um pênalti a seu favor em toda a temporada.

?No futebol, um árbitro pode cometer erros do mesmo jeito que um atacante de frente para o gol. O importante é não dramatizar a situação?, disse.