A derrota para o Cruzeiro, neste domingo, em Sete Lagoas (MG), fez o Internacional despencar da sétima para a décima posição no Campeonato Brasileiro. Mesmo estacionado nos 51 pontos, o time gaúcho segue acreditando que dá para conseguir uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem. Último time dentro da zona de classificação é o Botafogo, com 55 pontos.

“Estamos vivos e vamos lutar pela Libertadores”, garante o técnico Dorival Júnior, que avaliou como injusta a derrota para o Cruzeiro. “Claro que o resultado não foi bom, mas não podemos analisar apenas pelo placar. O Cruzeiro foi competente e conseguiu um bom resultado. Hoje (domingo), o resultado novamente não foi merecido”, completou.

A opinião é compartilhada por jogadores e dirigentes. “Nada é impossível. Vamos seguir lutando”, disse Bolívar. “Ainda não é hora de jogar a toalha. Ficou mais difícil, mas temos que vencer o Bahia dentro de casa e encarar as últimas decisões”, avaliou o diretor de futebol Fernandão.

Para o jogo da próxima quarta-feira contra o Bahia, no Beira-Rio, às 20h30, o técnico Dorival Júnior vai ter à disposição o zagueiro Juan, o lateral Kleber, o atacante Leandro Damião e o polivalente Ilsinho, que não pegaram o Cruzeiro porque estavam suspensos. Guiñazu, convocado para a seleção argentina, e Elton, expulso em Sete Lagoas, estão fora do duelo.

Na manhã desta segunda-feira, os jogadores que não participaram dos 90 da partida em Sete Lagoas (MG) fizeram um treino em Belo Horizonte. À tarde o elenco viaja de volta para Porto Alegre.