Após dias de pressão nas primeiras rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro, o Internacional voltou a vencer ao bater o Figueirense por 2 a 1, no Orlando Scarpelli, mas ainda está devendo uma vitória em casa. Para tentar convencer a sua torcida, o time gaúcho volta a campo às 16h30 deste sábado para enfrentar o Náutico, em jogo válido pela sexta rodada, no Beira-Rio.

O triunfo na rodada passada rendeu uma alavancada para o time gaúcho, que conseguiu chegar aos oito pontos e se aproximar do G4, a zona de acesso. A pressão, porém, ainda é grande. Nos dois jogos que disputou como mandante, empatou por 1 a 1, primeiro com o ABC e depois com o Juventude. Na preparação para o duelo deste final de semana, o técnico Guto Ferreira indicou em treino na quinta-feira o time que deve mandar a campo, mas finalizou as atividades com os portões fechados na sexta.

O treinador não vai contar com o zagueiro Victor Cuesta, lesionado e deve promover a entrada de Danilo Silva. Edenilson será improvisado na lateral direita, enquanto o atacante Carlos e o volante Fabinho devem continuar no time, após boa participação em Santa Catarina.

Se a pressão no Inter é grande, no Náutico é ainda maior. O time pernambucano ainda não venceu nenhum jogo e somou apenas dois pontos, com dois empates. Com isso, está na zona de rebaixamento e vive uma crise intensa por problemas financeiros.

Em busca da primeira vitória, o técnico Waldemar Lemos resolveu fazer mistério em relação à escalação. Existe a possibilidade de o goleiro Tiago Cardoso voltar ao time, já que foi liberado pelo departamento médico. Além disso, os reforços Renan Paulino e Vinícius foram regularizados e podem estrear.