Os problemas mostrados pela Itália na última Copa parecem persistir. Depois do vexame da eliminação ainda na primeira fase do Mundial da África do Sul, a seleção italiana mudou de treinador e renovou o elenco. Mas, em seu primeiro jogo oficial desde então, sofreu para ganhar de virada da inexpressiva Estônia, por 2 a 1, nesta sexta-feira, em Tallinn, pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2012.

Agora sob o comando do técnico Cesare Prandelli, a Itália esperava começar as Eliminatórias da Eurocopa com uma grande vitória. Mesmo porque, o adversário desta sexta-feira não assusta ninguém: a Estônia ocupa apenas a 94ª colocação no ranking da Fifa. Mas a seleção italiana teve muitas dificuldades para vencer o jogo disputado sob chuva na Le Coq Arena, em Tallinn.

Sem se abalar com a tradição dos tetracampeões mundiais, a Estônia abriu o placar aos 31 minutos de jogo, quando Zenjov aproveitou rebote do goleiro Sirigu e fez 1 a 0. A virada italiana veio apenas no segundo tempo. E aconteceu graças ao atacante Cassano, que marcou seu gol aos 15 e ainda deu passe de calcanhar para Bonucci, três minutos depois, decretar a vitória da Itália.

Foi a primeira vitória da Itália neste ano, depois de somar quatro empates e três derrotas, incluindo a decepcionante campanha na Copa do Mundo, quando não conseguiu defender seu título conquistado em 2006. Agora, a seleção italiana volta a jogar na terça-feira, pela segunda rodada do Grupo C das Eliminatórias da Eurocopa. E será diante de sua torcida, contra as Ilhas Faroe, em Florença.