Depois de vencer uma maratona fora das pistas, Jadel Gregório levou a melhor na competição de salto triplo do GP do Rio de Atletismo, neste domingo. A competição também confirmou o favoritismo da cubana Osleidys Menendez. A campeã mundial e olímpica do lançamento do dardo reinou soberana na sua prova. Outro destaque foi o panamenho Irving Saladino, que bateu o recorde sul-americano no salto em distância – a Federação Internacional de Atletismo (IAAF) situa o Panamá na zona sul-americana de competições.

A presença de Jadel no GP do Rio só pôde ser confirmada momentos antes da disputa do salto triplo. O brasileiro teve a mala extraviada durante as 22 horas da viagem de volta de Doha, no Catar – local onde, na sexta-feira, ficou com a medalha de prata no GP local.

Jadel contou com a ajuda de parentes para reunir o equipamento adequado para competir. "Até hoje pela manhã achava que não daria tempo de participar", admitiu o saltador. "Tive de dar um jeito de lidar com o cansaço e rendi o que esperava na pista."

Ele venceu com a marca de 17m13, à frente do rival cubano Yoandri Betanzos, que saltou 16m81. O bronze foi do brasileiro Jefferson Sabino, 16m68.

Jadel não deve participar do Campeonato Ibero-Americano, a ser disputado entre os dias 26 e 28, em Porto Rico. "Minha prioridade é a Copa do Mundo, em setembro. É claro que também estou pensando nos Jogos Pan-Americanos de 2007, mas não posso relaxar no calendário de 2006", afirmou o saltador, depois da vitória.

Osleidys Menendez, que está apenas em início de temporada, não teve dificuldade de confirmar seu favoritismo no lançamento do dardo e foi ouro: 63m45. "Não fiquei satisfeita com a minha marca de hoje, mas o fundamental é ganhar", avaliou a lançadora cubana. "Queria muito começar bem essa temporada e acho que alcancei bem esse objetivo."

O outro destaque do dia foi o panamenho Irving Saladino, que, com a marca de 8m56, superou o recorde sul-americano do salto em distância que pertencia ao brasileiro Douglas dos Santos, 8m40, estabelecido em 1995. O saltador treina no Brasil com o técnico Nélio Moura, treinador também de Keila Costa, que neste domingo venceu a prova feminina com a marca de 6m56. "Espero voltar ao Rio em 2007 para ganhar uma medalha de ouro", disse o panamenho, fazendo referência aos Jogos Pan-Americanos, no ano que vem.